A expectativa é de que pelo menos 200 imóveis sem registro e escritura sejam regularizados

A prefeitura de Santo Hipólito lançou nesta terça-feira (17) o Programa de Regularização Fundiária, beneficiando os cidadãos santo-hipolitenses que possuem imóveis sem registro e escritura e que desejam regularizar a situação de suas propriedades.

Durante o seminário de lançamento o prefeito Gilson Aranha explicou sobre o programa de regularização e apresentou a todos a equipe da Legaliza Brasil, empresa vencedora da licitação que irá executar o programa no município.

Situado na região central de Minas Gerais, o município de Santo Hipólito possui cerca de 4000 habitantes e, segundo o prefeito, a expectativa é de regularizar aproximadamente 200 imóveis.

Para atender e informar aos interessados em aderir ao programa, a Legaliza Brasil mantém um plantão de atendimento de 8h às 18h, (colocar endereço). Para realizar o cadastro basta apresentar documentos pessoais e comprovantes de posse da residência, e realizar o pagamento da taxa de adesão.

Após receber o cadastro, os técnicos da Legaliza Brasil visitam os imóveis, validam a documentação e os dados e inserem as informações no sistema de georreferenciamento. Para garantir a segurança, os técnicos são devidamente uniformizados e identificados por crachá da empresa.

Após a conclusão desta etapa, a Legaliza Brasil finaliza os projetos urbanísticos, que são analisados e aprovados pela prefeitura.

Após aprovação são encaminhados para escrituração no cartório de registro de imóveis do município, para emissão dos títulos definitivos das propriedades, devidamente registrados.

A expectativa é de que todo processo seja realizado em cinco meses.